O governo da Estônia planeja se tornar o primeiro país do mundo a ter um backup total de seus bancos de dados na nuvem. Considerado um dos países mais digitalizados do mundo, a Estônia já realiza suas eleições online, além de possuir bancos de dados interligados conectando identidades únicas com bancos, registros médicos e criminais e etc.

A ideia da migração para a nuvem é a de poder manter todas as suas funções administrativas funcionando normalmente no caso de seu território físico seja tomado por algum tipo de força externa. Terabytes de dados seriam armazenados de forma redundante em nações aliadas, que ofereceriam a proteção de rede da mesma maneira que protegem embaixadas reais.

A Estônia faz fronteira com a Rússia e assim como a Ucrânia, também fazia parte da antiga União Soviética. Desde a intervenção militar russa em solo ucraniano, a Estônia acelera seus planos de migração.