Segundo o The New York Times, uma quadrilha de hackers russos atingiram a maior quantia de data roubada já registrada até hoje, alcançando cerca de 1,2 bilhões de combinações de usuários e senhas e mais de 500 milhões de endereços de e-mail.

Os registros foram descobertos pela Hold Security, empresa norte-americana responsável pela descoberta não revelou nomes de empresas afetadas, mas garante que o ataque atingiu empresas de grande, médio e até de pequeno porte de todo o mundo.

Algumas das informações roubadas já foram vendidas enquanto outras são utilizadas para o envio de spam.